ISSN 1982-9108 Revista  Zona de Impacto. ANO 16 Vol. 2 - 2014 - Julho/Dezembro


Sob os Céus de Laguna Blanca: Arqueologia e Etnicidade na Puna Argentina

 



 



Brena Caroline B. de S. Miranda - Graduanda em Arqueologia, Universidade Federal de Rondônia (UNIR).
Laureline Cattelain - Graduada em Arqueologia e História da Arte e mestre em Ciência Política, Université Libre de Bruxelles (ULB).
Yves Dal Canton - Graduado em Arqueologia e História da Arte e mestre em Arqueologia, Université de Liège (ULg).



Situada na província de Catamarca no noroeste argentino, a Reserva de Biosfera Laguna Blanca é um oásis de 973.270 hc encravado na região montanhosa da Puna meridional.

Desde 1990 o Instituto Interdisciplinário Puñeno, da Universidade Nacional de Catamarca, atua na região através de projetos arqueológicos e museais visando o empoderamento e a emancipação da comunidade campesina de Laguna por meio de uma práxis arqueológica definida como “Socialmente Útil”, preocupada com a produção conjunta de conhecimento e no posicionamento político junto aos povos originários no objetivo de restaurar direitos históricos e políticos sobre seus territórios e promover o fortalecimento da autogestão dos recursos naturais e culturais.

As primeiras escavações realizadas pelo Proyecto Arqueologico Laguna Blanca permitiram inserir esse assentamento no período Formativo (primeiro milênio D. C) e revelar um importante posto de administração do Império Incaico, cujas velhas estruturas remanescentes são hoje reutilizadas e resignificadas pelos atuais 600 moradores da reserva.

As fotos foram produzidas entre novembro e dezembro de 2012 durante o voluntariado internacional que congregou jovens pesquisadores da Argentina, Brasil, Bélgica e França.


Foto 01. Acesso à Laguna Blanca (vista da RP-43). Novembro de 2012. Foto Brena Barros




Foto 02. Caminho até a zona arqueológica de Piedra Negra. Novembro de 2012. Foto Brena Barros




Foto 03. Flanco oriental do nevado de Laguna Blanca (vista a partir dos 3.352 metros). Dezembro de 2012. Foto Brena Barros




Foto 04. O quintal de Doña Rosa. Novembro de 2012. Foto Laureline Cattelain




Foto 05. A lagunense Liliana e suas meninas. Novembro de 2012. Foto Brena Barros




Foto 06. Desenho de croquis do recinto pré-incaico PIN-07. Novembro de 2012. Foto Yves Dal Canton



Foto 07. Peneiragem do sedimento arqueológico. Dezembro de 2012. Foto Laureline Cattelain



Foto 08. Escavação do recinto pré-incaico PIN-07. Novembro de 2012. Foto Brena Barros.jpg



Foto 09. Vasilha cerâmica marleada. Dezembro de 2012. Foto Laureline Cattelain.



Foto 10. Momento de recreação pós-campo entre o arqueólogo argentino, Gustavo Pisani, e o pequeno lagunense Camilo, de 5 anos.
Dezembro 2012. Foto: Laureline Cattelain.